ESTRABISMO

 

1. O que é o Estrabismo? 

Estrabismo ou “olho torto” é a quebra do paralelismo dos olhos, fruto de alguma alteração sensorial e/ou motora ou por alteração de alguma das estruturas oculares.

 

2. Como pode ser percebido pela família ?

- Quando os olhos da criança apresentam alterações nas estruturas oculares;

- Quando a criança nasceu prematura e já apresenta alguma anomalia na maneira de olhar;

- Quando a criança apresenta alteração no modo de andar  - cai muito e/ou esbarra em tudo como se não enxergasse;

- Quando aproxima-se muito da TV para ver seus programas ou de coisas de seu interesse.

 

Com seis meses, o bebê tem uma visão binocular (visão dos dois olhos ao mesmo tempo para a mesmo objeto) e a partir dessa idade já é possível detectar se ele tem algum tipo de desvio ocular. Os pais podem fazer alguns testes simples em casa e nas famílias onde já existiram casos de estrabismo esses testes são especialmente indicados.

 

a) Reflexo da luz - Este teste é muito simples e indicado para os bebês muito pequenos. Dirija a luz de uma pequena lanterna para os olhos do bebê. O reflexo da luz deve incidir no mesmo ponto em ambos os olhos. Se o bebê estiver olhando de frente para a lanterna, a luz incidirá sobre as pupilas. Se a luz não incidir no mesmo ponto de cada olho, isso significa que os olhos não estão alinhados ou fixando coisas diferentes. Sem o estrabismo, o reflexo da luz incidirá exatamente no mesmo ponto em cada um dos olhos.

 

b) Olho tapado (cover test) - Chame a atenção do bebê para um brinquedo, preferência que não faça barulho. Tape um dos olhos com um pedaço de cartão ou com uma das mãos e observe como se comporta o outro olho. Em condições normais, o olho destapado não se mexe. Se isso acontecer, é sinal de que a criança estava olhando para o objeto com o olho que agora está tapado. Em seguida, repita a operação com o outro olho. Faça o teste primeiro de perto, com o brinquedo a meio metro de distância, e depois afaste-se cerca de um metro do bebê.

 

c) Tape e destape (cover uncover test) - Cubra um dos olhos da criança com um pedaço de cartão ou com a mão. Chame a sua atenção com o auxílio de um brinquedo. Enquanto ela estiver olhando para o objeto, destape rapidamente o olho. Os olhos não devem se mexer procurando o brinquedo. Se isso acontecer, é sinal de que os dois olhos não funcionam conjuntamente.

 

O tempo neste momento é um fator decisivo para o sucesso na recuperação do problema apresentado, quanto mais cedo melhor e mais eficaz é o resultado.

 

3. O que fazer ?

Quando a família percebe o estrabismo deve levar imediatamente ao OFTALMOLOGISTA para que se estabeleça o diagnóstico e se inicie o mais rápido possível a terapia ou tentativa de cura. É importante lembrar sempre que a visão do ser humano se desenvolve totalmente do nascer até os 5 anos de idade e que após esta fase dificilmente se consegue desenvolver a visão, ficando a seqüela ou conseqüência para o resto da vida, e muitas vezes incapacitando o futuro adulto para uma série de atividades em sua vida pessoal e/ou profissional.

 

4. Como se trata ?

As terapias podem ser Clínicas : Oclusão ou tampão, Penalização com colírio de atropina, Óculos, Lentes Prismáticas, Redução da acomodação e convergência com colírio miótico, Órtóptica ( Exercícios ) ou Toxina Botilínica e as Cirúrgicas.

Estas medidas de terapia podem ser tomadas isoladas ou associadas entre si, dependendo da gravidade ou não da lesão e do tempo que se levou para fazer o diagnóstico e começar a terapia. O principal objetivo do tratamento do estrabismo é preservar a visão, colocar os olhos de forma paralela e recuperar a visão binocular.

© 2015 por Clinica de Olhos Andrade.  - Rua: Marinho Lobo, 80 - sala 401  - Joinville, SC  - Fone:(47) 3432-3434  - Resp. Técnico: Dr. Luiz Evandro Andrade - CRMSC 3180

  • s-facebook